Notícia LocalNovidades

Terminou o Colóquio sobre a Rede de Proteção à Infância Indígena

Terminou o Colóquio sobre a Rede de Proteção à Infância Indígena, que foi realizado no Auditório do Hotel Takana, em Tabatingas, o Colóquio sobre a Rede de Proteção à Infância Indígena. A atividade faz parte do Programa Conjunto de Segurança Alimentar e Nutricional das Crianças e Mulheres Indígenas no Brasil(PCSAN), que envolve cinco organismos das Nações Unidas e o Governo Brasileiro. Sabemos que os desafios para garantir e proteger os direitos da criança indígena, em especial das crianças indígenas, exigem ações conjunta, mas acreditamos no potencial do Colóquio da Rede de Proteção a Infância Indígena, com o apoio de todos os parceiros e demais sociedades, para que avancemos muito mais na superação desses obstáculos que encontram-se na Região do Alto Solimões. A presença de todos e fundamental para que essa Rede de Proteção alcance os seus objetivos.

Foto-para-o-site.-AtualizarA questão da Infância Indígena é bastante afetada com problemas, como de drogas, consumo de bebidas alcoólicas, exploração sexual, desnutrição, entre outros problemas existentes. A falta de políticas públicas concretas voltadas para a infância dificulta ainda mais os trabalhos na garantia de direitos da infância, principalmente quando se trata das crianças e jovens indígenas. Esperamos que com o apoio de toda a sociedade estejamos jutos nessa luta por uma infância melhor das crianças indígenas.

O evento está sendo realizado pela Funai ARS e UNICEF e estão presentes nós jovens indígenas, CRAS, CREAS, Conselho Tutelar, Prefeituras de Tabatinga, Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Atalaia do Norte, Dsei ARS, lideranças e organizações Indígenas, Força Nacional, UEA, Funai Brasília.

Fonte: Jovens Indígenas

Related Articles

Deixe uma resposta

Close
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker