Saúde

Governo do Amazonas começa a realizar exame laboratorial rápido de Hepatite B e C

19-4-13-FMT-Disponibiliza Exames de Epatite B e C Foto-Nonato Duarte (33)(1)Já está disponível na rede pública de saúde do Estado o exame laboratorial rápido para o diagnóstico da hepatite tipo B e C, além da genotipagem para a hepatite C. O exame é fruto de uma parceria entre o Governo do Amazonas com o Ministério da Saúde para ampliar a rede de diagnóstico da doença no Estado.

O diagnóstico que leva no máximo dois dias para pacientes da capital e seis para o paciente do interior começou a ser oferecido a partir desta semana pela Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), órgão vinculado a Secretaria de Estado da Saúde (Susam).

O exame conta com dois equipamentos de ponta o M24 e o M2000, com capacidade de até 48 testes por dia. De acordo com a diretora da FMT-HVD, Graça Alecrim, antes, os testes eram realizados exclusivamente por meio do Sistema de Regulação (Sisreg) e em clínicas privadas.

“O laboratório particular não atendia nossa demanda a contento. Outra questão que alongava o tempo do diagnóstico é que o exame era executado em outros Estados, o que elevava em até quatro meses o tempo para termos o resultado em mãos”, lembrou Graça Alecrim.

A oferta do exame laboratorial rápido, segundo a diretora da FMT-HVD, também permite ao paciente da rede pública de saúde iniciar o tratamento imediatamente. “A hepatite B e C precisa ser tratada com agilidade o que não nos permite esperar tanto tempo até o diagnóstico efetivo”, enfatizou.

Além dos equipamentos de alta tecnologia, a parceria entre o Governo do Estado e Ministério da Saúde incorpora dois novos medicamentos para o tratamento da hepatite tipo C (boceprevir e telaprevir), que são indicados para os casos crônicos da doença.

Os medicamentos estão em fase de integração na assistência farmacêutica estadual, assim como os demais já utilizados para o tratamento desse agravo. As equipes de profissionais da saúde já começaram a ser treinadas para a administração das novas drogas. A medicação será inserida na rotina de atendimento ainda neste semestre.

Conforme a diretora da FMT-HVD a rotina de atendimento ao paciente com suspeita de hepatite continuará a mesma. “Caso haja suspeita, a orientação é que o paciente procure a unidade de saúde mais perto de sua casa. O profissional de saúde é quem vai solicitar a realização do exame pela FMT-HDV”, esclareceu.

As coletas de sangue serão realizadas no período de segunda-feira à sexta-feira. No caso do interior, o paciente terá o material orgânico recolhido na unidade de saúde da sua cidade. Esse material será entregue pelas representações na FMT-HDV, evitando o deslocamento do paciente. No ano passado, 515 pacientes atendidos na FMT-HDV tiveram diagnóstico positivo para hepatites (A, B, C e D), confirmados por laboratório.

FOTOS: NONATO DUARTE / AGECOM

Related Articles

Deixe uma resposta

Close
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker