Brasil

Dólar opera em queda, perto de R$ 3,55

O dólar opera em forte queda ante o real nesta quinta-feira (31), perto de R$ 3,55, em meio ao cenário político nebuloso no Brasil e após o Banco Central anunciar novo leilão de swap cambial reverso, equivalente à compra futura de dólares. Às 10h50, a moeda norte-americana caía 1,62%, a R$ 3,5621.

dolar11

Acompanhe a cotação ao longo do dia:
Às 9h09, alta de 0,07%, a R$ 3,6237.
Às 9h40, queda de 0,13%, a R$ 3,6162.
Às 9h49, queda de 0,43%, a R$ 3,605.
Às 10h, queda de 1,06%, a R$ 3,5823.
Às 10h10, queda de 1,38%, a R$ 3,5706.
Às 10h20, queda de 1,62%, a R$ 3,5619.

A divisa norte-americana recuava frente às principais moedas nos mercados internacionais, segundo a Reuters.

Na véspera, recuou 0,47%, a R$ 3,6209, após recuar mais de 1% e atingir R$ 3,5986 na mínima do dia. No mês, o dólar acumula queda de 9,56%.

Atuação do BC
O Banco Central ofertará nesta manhã até 17 mil contratos de swap reverso, oferta menor do que os 20 mil contratos ofertados nos leilões de swap reverso promovidos nos últimos dias.

Na quarta, o BC vendeu apenas 3 mil swaps reversos, equivalentes à compra futura de dólares, da oferta de até 20 mil contratos, mesmo com a pressão de baixa sobre o dólar.

A estratégia da autoridade monetária vem confundindo alguns operadores, em meio a especulações de que poderia ter como objetivo evitar que a moeda norte-americana recue muito para proteger exportadores e, assim, as contas externas do país.

O mercado também espera qual será a estratégia do BC para a rolagem dos swaps tradicionais — equivalentes a venda futura de dólares — que vencem em maio, correspondentes a US$ 10,385 bilhões. O BC rolou apenas cerca de 67% do lote de abril, após promover sete rolagens integrais consecutivas.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios