EducaçãoNovidades

Tabatinga antecipa mobilização do Dia Mundial contra o Trabalho Infantil

O Dia Mundial contra o Trabalho Infantil é celebrado no dia 12 de junho. Em Tabatinga(AM), a Secretaria Municipal de Assistência Social e o Centro de Referência de Assistência Social (Cras), desenvolveram uma programação de atividades voltadas ao problema social existente na região.

As ações começaram na segunda-feira (6) e seguem até sexta-feira (10). Entre as atividades estão: confecção de cartazes e trabalhos artísticos de crianças e adolescentes do Serviço Convivência e Fortalecimento de Vínculos, blitz de conscientização, orientações nas escolas e gincanas com indígenas das comunidades de Umariaçú 1 e 2.

Nesta quarta- feira (8), a programação continua nas escolas municipais, com orientações feitas por assistente social e psicólogo.

A assistente social, Cassiane Vargas, em entrevista a Rádio Nacional do Alto Solimões, destacou o que é considerado trabalho infantil. “Quando estamos falando de trabalho infantil é aquela forma mais precária de trabalho, em que as crianças muitas vezes são colocadas debaixo do sol, são obrigadas a realizar tarefas que tragam danos físicos e mentais. Então, quando você tem uma criança dentro de casa e precisa de ajuda é totalmente diferente, porque está sendo auxiliada e não está sendo privado de saúde e educação. Nós não qualificamos como trabalho infantil”, diz.

O psicólogo do Cras, Andrey Tomé também fala sobre o assunto.“A exploração do trabalho infantil, certamente vai trazer algum dano para essa criança e adolescente. A criança pode  ajudar a organizar o seu quarto, cuidar dos seus irmãos, o que ela não pode deixar de fazer é ser criança em função do trabalho”, explica.

Andrey abordou os casos mais comuns de trabalho infantil na região. “Trabalho noturno, a lei determina que não é legal. É responsabilidade dos pais trazerem a renda pra dentro de casa, não é da criança, a gente vê esses papéis se inverterem. A responsabilidade da criança é ser criança”, diz.

Na quinta-feira, foi feito um trabalho social com as famílias do Cras e abordagem social em pontos específicos da cidade para identificar crianças e adolescentes em exploração do trabalho infantil.

Na sexta-feira, a população está convidada para participar no período matutino de uma caminhada de conscientização. A concentração vai ser na Rua Marechal Mallet.

Fonte: Rádio Nacional do Alto Solimões

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios