Educação

IFAM UFAM e UEA assinam acordo de cooperação

As três mais importantes instituições de nível superior do Estado: o Instituto Federal do Amazonas (Ifam) a Universidade Estadual do Amazonas (UEA) e a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), firmaram parceria com o objetivo de fomentar a graduação, a pesquisa e a extensão de forma conjunta e simultânea. A união das instituições foi celebrada com a assinatura de um Termo de Cooperação, em solenidade realizada nesta quinta-feira, 5, no auditório da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA-UEA), no bairro Cachoeirinha.

Na prática, a cooperação vai permitir uma série de avanços, desde o compartilhamento de informações de pesquisas de Pós-graduação, grupos de pesquisa, intercâmbio de professores e alunos, estrutura de salas de aula e laboratórios e, principalmente, representatividade política junto às esferas administrativas e financiadoras do ensino superior brasileiro.

“Custo Amazônico”

O reitor do Ifam, professor Antônio Venâncio, disse que uma das lutas encampadas pelas universidades é a do Custo Amazônico. O termo se refere ao valor diferenciado para os custos com Educação no Amazonas, considerando questões geográficas e de infraestrutura logística. “O recurso que vem para o Amazonas não pode ser o mesmo que vai para o sul e para o sudeste do país. Aqui tudo fica mais caro em função da falta de infraestrutura logística e de acesso”, “ Disse ainda que ainda que, a união dessas três instituições vem fortalecer a representatividade das instituições de ensino do estado do Amazonas junto as esferas superiores” explicou.

O reitor da Ufam, professor Sylvio Puga, considerou a assinatura do termo um momento histórico. Para ele, a aproximação formal entre os entes culminará no estreitamento das relações institucionais.

“Essa colaboração já acontece há décadas, contudo, de forma isolada, fosse no âmbito da pós-graduação ou dos grupos de pesquisa. Com a assinatura do termo, vivenciamos a satisfação de podermos nos enxergar em outro patamar. Nossos técnicos, docentes e estudantes, nossas comunidades universitárias poderão usufruir desse acordo e todos, certamente, ganharão em eficiência e produtividade”, salientou.

Para o reitor da Universidade do Estado do Amazonas, as três instituições unidas terão mais voz e presença política para requerer verbas ou contestar o não repasse de recursos destinados ao ensino superior da região.

“À medida que trabalhamos sinergicamente, poderemos planejar a oferta de graduação e pós-graduação juntas, de modo que o mesmo curso não seja oferecido pelas três, gastando o mesmo dinheiro para fazer a mesma coisa”, comentou o professor Cleinado Costa.

Portfólio Institucional

Ainda este mês, as três instituições passarão a contar com um portfólio que reúne dados acadêmicos e científicos. O material servirá como referência para que as universidades conheçam a estrutura das outras consorciadas e o que cada uma vem desenvolvendo nos campos da graduação, pós-graduação, pesquisa, planejamento e extensão.

Fonte: Coordenação de Comunicação Social – Reitoria IFAM

Related Articles

Close
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker