CidadeNovidades

Prefeito de Leticia recebe duras críticas por acusar Bolsonaro pelo aumento de casos de coronavírus.

No dia 25 de maio o prefeito de Leticia Jorge Luis Mendoza deu uma entrevista onde acusou o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, pelo alto índice de infecção de coronavírus em Tabatinga, e consequentemente Leticia. A informação é da Folha de S. Paulo.

Segundo a entrevista, o prefeito colombiano falou que Letícia está vivendo a sua maior crise sanitária e a população está colocando a culpa em Bolsonaro. “Não quero dizer de uma forma grosseira, mas parece que o presidente Bolsonaro não deu a importância que a epidemia exigia”, afirmou o prefeito Jorge Luis Mendoza à Folha.

Leia na integra a entrevista: https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2020/05/cidade-colombiana-mais-infectada-por-coronavirus-aponta-dedo-para-bolsonaro.shtml

Diante da entrevista dada pelo prefeito de Letícia Luís Mendoza para a Folha de São Paulo, a população brasileira da fronteira e inclusive vários moradores da vizinha cidade de Leticia reagiram nas redes sociais indignadas com a atitude que chamaram de “irresponsável” do prefeito Mendoza ao culpar o presidente do Brasil da situação sanitária pela qual passa Letícia que está sendo açoitada pelo covid-19 com mais de 1.400 casos até a data de hoje, 27. Cabe anotar que Mendoza acusa o presidente Bolsonaro por não adotar medidas necessárias para o controle do covid-19 no Brasil, se bem o Brasil é um país soberano e livre de adotar o método de controle que achar mais eficiente.

A Colômbia fechou unilateralmente a fronteira com o Brasil no dia 17 de março data na qual brasileiros foram impedidos de passar para Letícia, considerando que nessa data as duas cidades não registravam casos de covid-19. Dia 31 de março, a Prefeitura de Tabatinga decretou várias medidas de prevenção em razão ao Covid-19 e lançou a campanha #fiqueemcasa. Logo os casos foram aparecendo na cidade de Tabatinga sendo o primeiro dia 08 de abril ou seja, quase 23 dias após a fronteira ter sido fechada pela Colômbia. É importante esclarecer que mesmo a fronteira fechada os colombianos continuaram passando para Tabatinga para se abastecer de alimentos, inclusive até hoje continua acontecendo. Então foi assim que alguns se contagiaram e levaram o vírus para Letícia.

“Porque os colombianos não ficaram em Letícia já que sabiam que em Tabatinga já tinham alguns casos?” comentou um dos internautas nas redes sociais. “Se ouve contágios foi porque eles vieram pra Tabatinga e não ao contrário, além disso tem a responsabilidade do fechamento da fronteira que é inteiramente do país que a fechou” comentou outro internauta em uma publicação. “El Bolsonaro no tiene nada que ver con Leticia, el es presidente del Brasil no de Colombia” finalizou outro internauta.

Fica nossa indagação: Senhor prefeito Mendoza, será que sendo médico e conhecedor de doenças virais, adotou as medidas necessárias para controle do covid-19 ou suas medidas foram fracas e o vírus saiu de controle em Letícia e agora você vem procurar culpados em outros países? Melhor cuide bem da sua cidade, assuma suas responsabilidades como mandatário e busque soluções para os problemas de falta de infraestrutura e ajude no combate à corrupção na qual Leticia-Co vem se afundando há anos. Essa é hora de união sem causar discórdia entre dois países irmãos que sempre se apoiaram.

Por: Portal Tabatinga

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios