CidadeNovidades

Candidato tenta censurar programa de rádio em Benjamin Constant

Na manhã de sábado, 8 de novembro, a Justiça eleitoral determinou que os comunicadores Marcelo Bhacana e Clau Dias fiquem proibidos de fazer qualquer comentário sobre candidatos à eleição 2020. Os dois radialistas são muito queridos em Benjamin Constant e região. Eles estão à frente do “Manhã no Ar”, um dos programas de maior audiência do Alto Solimões. A atração vai ao ar de segunda à sexta, das 8h às 10h, desde 2017 na Rádios Rios FM. O pedido foi feito pela coligação Experiência e Juventude, dos candidatos Amauri Maia e Alécio Cabral.

A decisão proferida pela juíza Luiziana Teles Feitosa Anacleto contém a transcrição de um diálogo entre os apresentadores. No trecho, eles explicam que a entrega do kit de merenda escolar foi suspensa em Benjamin Constant por conta de um pedido feito à Justiça Eleitoral pela coligação Experiência e Juventude. O documento diz que “em uma análise superficial” a fala dos apresentadores representa uma manifestação contrária aos candidatos.

O comunicador Marcelo Bhacana rebate: “O nosso programa tem a voz do povo. Quando é para criticar algo da administração nós criticamos. Mas quando é para repudiar o ato de um candidato que pediu a paralisação da entrega de um kit de merenda, que vai atingir várias pessoas, a gente também fez isso”, afirmou Bhacana. Segundo o apresentador, não houve a intenção de prejudicar um candidato, mas sim de informar os ouvintes: “As pessoas estavam perguntando se a merenda chegaria até as suas comunidades. A gente precisava dar uma resposta a eles, dizer que um determinado candidato foi à Justiça Eleitoral para barrar a entrega da merenda”

Marcelo Bhacana se considera censurado por tratar-se de um momento que a população precisaria saber de todas as informações, independente de partido ou candidato. Ele explica que a rádio é o único meio que muitas comunidades têm acesso às notícias. “O sentimento é de impotência, de não poder falar aquilo que a população realmente deseja”, conclui.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios