AmazonasNovidades

Wilson Lima convoca 227 aprovados no concurso do Idam

O governador Wilson Lima assinou, nesta quarta-feira (21/10), no auditório da Secretaria de Produção Rural (Sepror), no Japiim, o decreto de nomeação dos 227 aprovados no concurso do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), realizado em 2018.

Os profissionais atuarão nos 62 municípios do Amazonas e serão lotados, conforme o polo de aprovação, em uma das 66 unidades locais do Idam na capital e no interior do estado.

Foram chamados os aprovados dos níveis Fundamental, Médio e Superior, para os cargos de engenheiro, médico veterinário, assistente social, técnico de nível superior, técnico em agropecuária, técnico extensionista social, assistente técnico, motorista e motorista fluvial.

“Nós damos aqui um passo importante e destacamos dois aspectos: primeiro, o reconhecimento a esses concursados que se dedicaram para serem aprovados no certame; e também nós entregamos ao setor primário mais mão de obra, são 227 técnicos para garantir assistência técnica. A maioria deles irá para o interior, outra parte irá ficar aqui na capital”, destacou o governador.

 Segundo Wilson Lima, a convocação é resultado do compromisso do Governo do Amazonas com o setor primário, fundamental para a economia do estado durante a pandemia.

“Tudo isso demonstra o compromisso que nós temos com esse setor, entendendo que ele é fundamental nesse momento de retomada das atividades econômicas. Enquanto vários estados estão demitindo, cortando salários, nós estamos reconhecendo o trabalho desses profissionais, resultado de um planejamento que a gente teve e também do compromisso que a gente tem com essas pessoas e com a coisa pública”, acrescentou.

Assistência técnica

Autarquia vinculada ao Sistema Sepror, o Idam tem como finalidade a supervisão, coordenação e execução de atividades de assistência técnica e extensão rural, no âmbito das políticas e estratégias dos governos federal e estadual para os setores agropecuário, florestal, pesqueiro e agroindustrial.

Segundo o diretor-presidente do Idam, Valdenor Cardoso, cerca de 85% dos novos servidores atuarão no interior e 15% na capital, sendo fundamentais para reforçar as políticas estaduais de promoção humana e desenvolvimento no meio rural.

“Esse pessoal será a nossa força-tarefa lá na infantaria de combate à pobreza e promoção humana, que é um ato singular na história da economia rural do Amazonas, na história da gestão pública do setor primário do Amazonas, na história do Idam, um ato ímpar que o governador Wilson Lima teve a coragem e a iniciativa de promover, que é o chamamento dos concursados”, ressaltou.

Para o engenheiro agrônomo Thiago Rocha, que representou os concursados na solenidade de convocação, os profissionais que entrarão na Idam a partir de agora vão fortalecer ainda mais o setor primário do Amazonas.

“Eles chegam para fortalecer o órgão que é o Idam, que precisa muito de nova força de trabalho para trabalhar em prol da qualidade de vida dos agricultores do estado, tendo como ferramenta a extensão rural, a assistência técnica”, disse ele.

Protocolos                                      

O Idam instaurou uma comissão para tratar dos procedimentos necessários para a posse dos novos servidores. A comissão trabalha na elaboração de um calendário de posse seguindo todas as recomendações sanitárias, conforme protocolos estabelecidos em função da pandemia da Covid-19, bem como do curso de capacitação para que cada servidor seja lotado em uma das unidades locais do Idam.

Fonte: deamazonia.com.br

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios