Política

Programa de alfabetização deverá contemplar 30 municípios do AM

Meta do programa é atender 26 mil pessoas em todo o Amazonas.
Inscrições começam em maio deste ano, segundo Governo do Estado

Previsto para começar em maio deste ano, o programa ‘Amazonas Alfabetizado’ pretende reduzir a taxa de analfabetismo no Estado e estimular os inscritos a prosseguirem os estudos. As atividades do projeto serão desenvolvidas aos sábados, com carga horária de 240 horas. Ao todo, 30 municípios serão comtemplados.

De acordo com o Governo do Estado, a metodologia utilizada pelo programa será fundamentada nas teorias de Paulo Freire e Heloisa Vilas Boas, cujos ensinamentos levam em consideração o cotidiano do aluno. As aulas incluem o ensino da Matemática, da Linguística, da escrita e da leitura, além de conceitos ambientais e de cidadania.

Localidades contempladas
Este ano, a meta do programa é atender 26 mil pessoas. As atividades serão realizadas em instituições públicas e em escolas de Manaus e de outros 29 municípios do Estado: Alvarães, Amaturá, Boa Vista do Ramos, Boca do Acre, Borba, Barreirinha, Benjamin Constant, Beruri, Canutama, Careiro Castanho, Careiro da Várzea, Coari, Iranduba, Itacoatiara, Itapiranga, Japurá, Manacapuru, Manaquiri, Manicoré, Nova Olinda do Norte, Novo Airão, Novo Aripuanã, Parintins, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Silves, Tabatinga, Tapauá e Urucurituba.

As atividades do programa devem seguir até novembro de 2013. Segundo a coordenação do programa, as inscrições ocorrerão a partir de março, com a divulgação dos postos de atendimento no site da Seduc.

Substituindo o Programa Reescrevendo o Futuro, o Amazonas Alfabetizado é coordenado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e faz parte de uma ação nacional de alfabetização de adultos sob a coordenação macro do Ministério da Educação (MEC) por meio de sua Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão.

Para ler mais notícias do G1 Amazonas, clique em g1.globo.com/amazonas. Siga também o G1 Amazonas no Twitter e por RSS.

Related Articles

Deixe uma resposta

Close
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker